Passar para o conteúdo principal
 

Doylestown, Pensilvânia, EUA

O Pavilhão de Eventos do Museu James A. Michener

Museu

PRODUTO: SGG OVERLENGTH, SGG DIAMANT com PLANITHERM XN II e SGG PLANID

Mais transmissão de luz e menos construção para a fachada do pacilhão de eventos do museu James A. Michener

O pavilhão de eventos Edgar N. Putman é um espaço contemporâneo, cheio de luz, onde podem ser realizadas recepções e eventos especiais, rodeados por vistas das galerias do museu de arte Michener. Localizado na Pensilvânia, nos EUA, foi projetado pela firma de arquitetura internacionalmente reconhecida, com sede em Filadélfia, Kieran Timberlake

Fundado em 1989, o Museu James A. Michener ocupa o local da antiga prisão do condado de Bucks, construída em 1884 em Doylestown, Pensilvânia, EUA. Hoje, é um lugar dedicado ao patrimônio artístico e cultural do condado de Bucks, Pensilvânia.

Como parte de um projeto de expansão, o museu queria desenvolver um Pavilhão de Eventos que hospedasse palestras, seminários, apresentações musicais e recepções. Inicialmente, o museu imaginava colocar o pavilhão na frente do Museu. No entanto, Kieran Timberlake Architects, responsável pelo projeto, recomendou a inserção de uma "estrutura de vidro" no meio do jardim do Museu. Portanto, a expansão permitiria vistas perfeitas para e do interior do museu em direção a seu site histórico para melhorar suas magníficas antigas muralhas de prisões de 134 anos.

A questão restante para Kieran Timberlake Architects, com este ambicioso projeto, foi "Como podemos criar um espaço de eventos para atrair visitantes e ampliar a missão para um pequeno museu?". Para superar esse desafio, os arquitetos optaram por demonstrar um uso único e ambicioso de painéis de vidro estrutural. Desta forma, o Museu não só comemoraria sua herança e melhoraria a paisagem, mas também daria a seus visitantes a impressão de um espaço claro e amplo.

Além disso, colocando o pavilhão no jardim na parte de trás do museu, o objetivo era atrair os participantes através dos corredores do próprio museu, envolvendo-os com a arte e inspirando-os a retornar novamente.

O projeto de expansão iniciado em 2004, mas foi apenas em 2011 que o trabalho começou e, em 2012, o Pavilhão de Eventos foi aberto oficialmente

Saint-Gobain forneceu painéis de vidro SGG OVERLENGTH, de 7 metros de altura. Estes painéis de vidro personalizados foram projetados para criar uma fina parede transparente com juntas mínimas. Em outras palavras, mais luz do dia e menos construção.

Para garantir uma visão clara para os ocupantes, os arquitetos escolheram SGG DIAMANT por sua alta transmissão de luz. Em relação ao revestimento, o PLANITHERM XN II foi usado para ajudar a proteger o meio ambiente, reduzindo o consumo de energia para o aquecimento, aumentando o conforto dos visitantes.

Outros painéis de vidros duplos foram fornecidos com vidro laminado SGG PLANIDUR com uma espessura total de 70mm, garantindo máxima segurança.

Com esses painéis de vidro estética SGG OVERLENGTH, o Museu foi capaz de criar uma nova dinâmica e cumprir sua missão, atraindo novos públicos e criando um fluxo de receita adicional.

Date & location

2012,USA

Architect

Kieran Timberlake Architects

Façade Constructor

Roschmann Steel & Glass Constructions Inc, New Haven, USA

Glass Processor

Thiele Glas, Wermsdorf

Photographer

©Saint-Gobain, Photographer: Michael Moran/OTTO

SGG DIAMANT 

Procure um Fabricante